Ocultar publicidade | Mostrar publicidade

Receba novidades de Jaguariúna

Shopping

Internauta

Neste espaço você internauta pode deixar seu comentário com foto

Michel FazolinMichel Fazolin - Em nome da A Mais Web Internet, estou feliz em poder entregar um Por...

Publicidade


Publicidade

Onde visitar?

Conheça os pontos turísticos mais frequentados...

Antiga Estação da Cia. Mogiana de Estradas de Ferro / Fepasa
Monumento ferroviário restaurado. Atualmente abriga o Centro Cultural de Jaguariúna, que utiliza os seus salões para cursos, eventos artísticos, seminários e reuniões; acolhe também a Biblioteca Municipal, a Rádio Educativa Municipal – Estrela FM e uma lanchonete, o Botequim da Estação. É um dos locais mais agradáveis da cidade.
Envolto por amplos gramados ajardinados, servido pelas avenidas marginais, com grande área de estacionamento, o Centro Cultural (ou a antiga estação ferroviária) fica em local privilegiado no centro de Jaguariúna, em frente ao Terminal Rodoviário, a poucos metros de um dos mais importantes hotéis do município e do Hospital Municipal “Walter Ferrari”.
Numa das áreas gramadas há a réplica de uma Caravela, feita para homenagear o aniversário de 500 anos do descobrimento do Brasil. No entorno dos jardins foram plantadas árvores de pau Brasil.
O grande destaque do local é a locomotiva Maria Fumaça e o seu carro restaurante, totalmente restaurados pela Prefeitura Municipal. A todo o momento pode-se ver turistas, e pessoas em trânsito, pousando para fotos ao lado da “Maria Fumaça”.
A antiga estação da Cia. Mogiana foi inaugurada em 15 de Dezembro de 1945. Desativada desde os anos 70, o prédio histórico foi restaurado pela prefeitura e transformado em Centro Cultural a partir de 1991.

EMBRAPA MEIO AMBIENTE
A EMBRAPA MEIO AMBIENTE está localizada no Município de Jaguariúna. É uma unidade temática de pesquisa e desenvolvimento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura e do Abastecimento.
Esta unidade tem por missão institucional “Viabilizar soluções para o desenvolvimento sustentável do espaço rural mediante geração, adaptação e transferência de tecnologias e conhecimentos em manejo e gestão ambiental e contribuir para a formulação de políticas agroambientais”.
Para esclarecer dúvidas da população em geral sobre os serviços e oportunidades que a Embrapa Meio Ambiente disponibiliza foi criado o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC – Embrapa Meio Ambiente), responsável também pelo agendamento de visitas à biblioteca, aos laboratórios, bem como para a participação em eventos da Embrapa Meio Ambiente.

Matriz Centenária Santa Maria
Em terras próximas à sede da fazenda Florianópolis, hoje fazenda Serrinha, e do rio Jaguary, o Coronel Amâncio Bueno, fez erguer, as suas expensas, uma bonita e grande capela, em estilo Gótico-Bizantino, tendo sido construído em 1895.
Reservou e doou à Igreja toda quadra circundante. Depois abriu as ruas próximas, denominando-as de Vila Bueno. Homem de visão, Amâncio Bueno encarregou o engenheiro Guilherme Giesbresht para fazer a planta do loteamento que deu origem à pequena vila, que em 5 de agosto de 1896 foi transformada no “Distrito de Paz de Jaguary”, vinculado ao município de Mogi Mirim.
Telefone: (19) 3867-1535

Ponte Pedro Abrucêz – Cia. Mogiana 1875
Outro “monumento ferroviário” reformado e conservado pela Prefeitura Municipal. A ponte ferroviária da antiga Cia. Mogiana, também conhecida como “Ponte do Jatobazeiro”, foi inaugurada em Agosto de 1875 com a presença do Imperador D. Pedro II e da Princesa Isabel, que, na ocasião, hospedaram-se na Fazenda Jaguari (hoje Santa Úrsula), de propriedade do Barão de Ataliba Nogueira.
Hoje em dia, a referida ponte dá acesso aos bairros de Jaguariúna localizados na margem esquerda do Rio Jaguari. A ponte está ao lado do Parque Ecológico do Jatobazeiro, onde a mata ciliar foi recentemente replantada. O local é agradável e ornamenta a paisagem urbana às margens da avenida que corta Jaguariúna, dando acesso às cidades do “Circuito das Águas”.

Maria Fumaça
O passeio de Maria Fumaça tem objetivo cultural e recreativo, atendendo a escolas, clubes, associações de terceira idade e o público em geral. Durante o passeio, monitores especializados contam a história do trem e do café, fazem comentários sobre a sociedade da época, os Barões do Café e a rotina dos trabalhadores nos cafezais.
Com o restauro das estações, equipamentos, carros e locomotivas a vapor, pessoas de todo o Brasil e de várias partes do mundo já visitaram a cidade para conhecerem uma autêntica ferrovia do século XIX.
Fundada em 1872, a Cia. Mogiana de Estradas de Ferro inaugurou o primeiro trecho – Campinas / Jaguary – (hoje, Jaguariúna), em 3 de maio de 1875, contando com a presença do Imperador D. Pedro II. Depois de anos levando o progresso para o interior do Brasil, aos poucos os trajetos foram se modificando, ramais foram sendo desativados e com eles a história de um dos mais importantes meios de transportes: o trem.
Em 1977, com a fundação da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), nos mesmos moldes de entidades existentes na Europa e Estados Unidos, foi dado início ao resgate da história ferroviária brasileira, com a restauração e preservação de locomotivas à vapor, carros de passageiros, vagões, estações e da linha – tronco da Cia. Mogiana de Estradas de Ferro, entre Anhumas (Campinas) e Jaguariúna, com 24 km de extensão.
Na década de 1980, todo acervo e oficinas se concentravam na Estação Jaguariúna e por localizar-se em zona central, a cidade não comportava mais o tráfego destes trens, sendo necessária a mudança para Campinas, na Estação “Carlos Gomes”, divisa entre os dois municípios. Na mesma época, dois pontilhões que interligavam as estações Jaguariúna e Carlos Gomes, com medidas que já não mais condiziam com a realidade urbana das cidades brasileiras, foram demolidos e os passageiros do ‘Passeio Turístico’ que se dirigiam a Jaguariúna desembarcavam em pequena plataforma à margem direita do Rio Jaguari (sentido Jaguariúna/Pedreira).
Em 6 de outubro de 2006, a administração municipal cumpriu a meta de interligar, novamente, as duas antigas estações e construiu um novo pontilhão, sobre o rio Jaguari, com aproximadamente 614m de extensão. A obra contou com total apoio da ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.
Hoje, a ‘Maria-Fumaça’ se constitui na principal atração turística do município e, partindo de Campinas, após percorrer várias Estações, tem como ponto de embarque e desembarque a Estação Jaguariúna, restaurada (em 1992) e transformada em Centro Cultural.

Centro de Lazer do Trabalhador 
Complexo poliesportivo localizado em bairro central da cidade. No Centro de Lazer do Trabalhador e no Ginásio Municipal de Esportes são desenvolvidas as Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Jaguariúna. O futebol, o basquete, o vôlei e a natação são destaques e além de revelarem novos valores moldam o caráter dos jovens através do esporte e da convivência sadia. Em ambos os espaços são realizados os principais torneios e campeonatos do município, bem como, as Olimpíadas Intermunicipais.

Estádio Municipal Alfredo Chiavegato
O Estádio Municipal “Alfredo Chiavegato” está localizado no maior e mais populoso bairro de Jaguariúna. Projetado para ser, no futuro, o principal estádio do município, o referido espaço esportivo é servido por avenidas marginais, a partir do centro da cidade, contando, também, com acessos para a SP 340 e SP 95. Além do campo oficial para a prática do futebol, este estádio conta com uma pista de atletismo, também oficial. A situação topográfica da praça esportiva possibilita a construção de arquibancadas em toda a sua volta.

Estádio Municipal Altino Amaral
O Estádio Municipal “Altino Amaral” está localizado entre dois dos mais populosos bairros de Jaguariúna, às margens da SP 95 e da SP 340. Além de servir para a prática de esportes pela comunidade, o campo da Roseira, como é conhecido, é palco dos jogos de futebol dos vários campeonatos e torneios realizados pela prefeitura durante o ano.

Parque Santa Maria
Espaço público destinado a grandes eventos ao ar livre, bem como, à prática do lazer e do esporte durante todo o ano; localizado em área central da cidade. Até 1999, o “Jaguariúna Rodeio Festival” foi realizado no Parque Santa Maria, recebendo aproximadamente 20 mil pessoas por noite. São realizadas no local as tradicionais festas da Cavalaria Antoniana, a Festa Junina das Escolas de Jaguariúna, Encontro de Motos, Festa do Caminhoneiro e outras.
O telhado da Entrada Monumental do Parque Santa Maria tem a sua estrutura feita, artesanalmente, com trilhos, remetendo-nos à tradição ferroviária da cidade.
A Secretaria de Turismo e Cultura está instalada nas dependências do Parque.

Parque Serra Dourada
O Parque Serra Dourada, localizado entre vários bairros populares, além de instalações modernas, tem o seu foco voltado para o lazer e para a educação através do esporte.
Por ter sido construído numa área acidentada a sua disposição arquitetônica é muito bonita e transformou a região central destes bairros em um dos mais belos recantos de Jaguariúna.

Biblioteca Pública Municipal Prefeito Adone Bonetti
Casarão que pertenceu ao Capitão Ulysses Mazotti, um dos mais antigos moradores do então “Distrito de Jaguary”. Nesta casa funcionou o primeiro cartório da cidade (17/09/1897), cujo tabelião era o próprio Ulysses Mazotti.
Foi na casa do Capitão, que também era um importante líder político, que foi realizada a primeira eleição no “Distrito de Jaguary” (01/03/1898).
O Coronel Amâncio Bueno, fundador da cidade, foi o Juiz de Paz e Mazotti foi o mesário. Apenas 26 eleitores, dos 36 inscritos, compareceram. Era a terceira eleição da República. O vencedor foi o paulista Campos Salles.
O casarão foi restaurado e ainda conserva muitas das suas características originais. Deu lugar à Biblioteca Pública Municipal Prefeito Adone Bonetti.

Pousada Vila Bueno
Casarão que pertenceu ao Coronel Amâncio Bueno, fundador de Jaguariúna, construído, provavelmente, nos anos 80 do século XIX, portanto, antes do início da construção da Matriz Centenária de Santa Maria (1889-1895). Conforme escritura, a casa foi doada em 1905 a Da. Hermelinda e seus filhos naturais.
As portas originais; os afrescos redescobertos, encontrados debaixo de uma grossa camada de tinta; o porão, onde se pode apreciar as técnicas de construção da época, e as grandes janelas que facilitavam a entrada da luz natural nos remetem a uma viagem no tempo em que a Vila Jaguari apenas começava a existir.
O referido prédio histórico foi transformado em uma agradável pousada que manteu as suas características arquitetônicas sem, no entanto, prejudicar o conforto e o requinte. No quintal, uma árvore de Pau d’Alho, certamente centenária, foi mantida como testemunha de um passado que presenciou o movimento incansável dos trens que levavam para Santos milhões de sacas de café.

Praças e áreas verdes
• Praça Umbelina Bueno
• Praça Santa Cruz

• Praça Mogi-Mirim
• Praça Brasília
• Praça Dr. Celso de Ataliba Morais 
• Praça Carlos Gomes
• Praça Augusto Chiavegato
• Praça dos Imigrantes
• Parque do Jatobazeiro
• Praça dos Ferroviários
• Praça Alonso José de Almeida
• Praça Paschoal Abrucezi
• Parque Luiz Barbosa
O Parque Luiz Barbosa está localizado entre o Parque Santa Maria e o centro da cidade, voltado para o entretenimento e o lazer através de uma excelente área verde preservada. Possui dois lagos com patos, cisnes, grande variedades de peixes, tartarugas, como também um casal de pavão, e galinhas de angola. Localizado na Rua José Alves Guedes, s/n – Centro. Próximo ao Parque Santa Maria
• Parque dos Lagos
Apropriado para o esporte e lazer, O Parque possui dois lagos povoados de peixes, quiosques, playground, canchas de bocha e malha, espaço coberto para apresentações culturais e piquenique. Um túnel subterrâneo interliga o local a outra área verde, espaço já planejado para futura ampliação e represamento de nascentes. Água, árvores, flores e um estilo arquitetônico diferenciado fazem do Parque dos Lagos um local bucólico e agradável, apropriado para o esporte, lazer e mesmo para quem quer deixar de lado o estresse do dia-a-dia.
• Praça Francisco Parizi
• Parque Benedito Bergamasco
Apropriado para o esporte e lazer, o ‘Parque Benedito Bergamasco’ conta com estacionamento para veículos, portaria (com administração e dependências de funcionários), sanitários, playground, dois quiosques (um para reuniões ou atividades físicas e outro para abrigar duas canchas de bocha), espaço de convivência (com mesas e banquetas de concreto, sob copa de árvores) e quadra olímpica (futsal, vôlei e basquete). A construção segue o estilo dos demais parques existentes na cidade, onde os destaques ficam por conta da utilização de elementos como madeira, vidro e tijolos.
• Parque Maria Stella Bianco Torres
Dedicado ao esporte e lazer, o ‘Parque Maria Stella Bianco Torres’ possui amplo estacionamento para veículos; portaria padrão PMJ, com administração, depósito, cozinha, sala de reunião, sanitários e vestiários para funcionários e para visitantes, área esportiva composta por quadra olímpica (basquete, vôlei e futsal) e canchas de bocha instaladas em local que também abriga mesas e banquetas de concreto para atividades diversas.
O playground, construído todo em madeira, foi implantado em local nobre, sob a copa de uma antiga árvore, cuja dimensão (circunferência) do tronco abriu espaço para que duas pequenas rampas de madeira fossem instaladas, facilitando o acesso das crianças. Ao lado, um quiosque com 71m2 completa aquele espaço dedicado ao lazer.
• Parque José Theodoro de Lima
Apropriado para o esporte e lazer, o ‘Parque José Thedoro de Lima’ conta com portaria (com administração e dependências de funcionários), pista para caminhada, quadra poliesportiva, sanitários e quiosques, propiciando assim melhoria na qualidade de vida, bem estar e saúde para a comunidade. A construção segue o estilo dos demais parques existentes na cidade, onde os destaques ficam por conta da utilização de elementos como madeira, vidro e tijolos.
• Parque Américo Tonietti
Apropriado para o esporte e lazer, o ‘Parque Américo Tonietti’ conta com portaria (com administração e dependências de funcionários), campo de futebol, ginásio de esportes (Tião Arruda), pista para caminhada, quadra poliesportiva, playground e sanitários. A construção segue o estilo dos demais parques existentes na cidade, onde os destaques ficam por conta da utilização de elementos como madeira, vidro e tijolos.

Visite Jaguariúna o ano todo!


Publicidade

Portais Minas Gerais - Jacutinga | Monte Sião
Portais São Paulo - Águas de Lindóia | Amparo | Araras | Jaguariúna | Lindóia | Pedreira | Serra Negra

 

© Copyright 2004 A MAIS WEB INTERNET - Líder em Portais Regionais
2014 - portaljaguariuna.com.br - Todos os direitos reservados

amaissweb